Bombas para Concreto

BMC_Lanca_abrindo
BMC_AutoBomba
BMC_estacionaria
mastro-distribuicao-concreto

As bombas são equipamentos de extrema importância para a construção civil. Tanto para grandes quanto para pequenas obras. Elas imprimem mais velocidade à concretagem, diminuem a quantidade de mão de obra, facilitam a aplicação e permitem um melhor acabamento, devido à maior plasticidade do concreto.

Seu funcionamento é muito complexo, mas podemos dizer que está baseado em acionar dois pistões que funcionam alternadamente. Enquanto um se enche com o concreto proveniente do caminhão betoneira, o outro se esvazia, empurrando o concreto para a tubulação de saída.

Dependendo do seu modelo, as bombas podem ser montadas sobre o chassi de um caminhão, ou serem do tipo rebocável, seguindo para a obra engatada em outro veículo.

Existem diferentes configurações para estes equipamentos e normalmente são agrupados da seguinte forma:

Bomba Lança:

- Equipamento montado sobre o chassi de um caminhão, cujo nome (lança) se deve ao fato dela possuir um mastro distribuidor, acoplado ao equipamento. Ele é articulado e possui três ou mais partes (braços), conforme o comprimento total da lança. No Brasil as bombas-lança mais utilizadas estão na faixa de 28 m a 43 m de alcance do mastro e a maior bomba que existe em atividade no Brasil possui 63 metros de Lança (destaque no vídeo abaixo).

Bomba Reboque ou Estacionária:

- São equipamentos sem o mastro distribuidor, mas que podem ter o mesmo desempenho de uma Bomba Lança em termos de velocidade e potência de bombeamento. São rebocadas até a obra e necessitam da montagem de tubulação (normalmente é de 5") até o local de descarga. São mais utilizadas em prédios, galpões com pé direito baixo, estacas hélice, etc.

Auto Bomba:

- Seria uma Bomba Reboque ou Estacionária montada sobre o chassi de um caminhão, dispensando a necessidade de um veículo para rebocá-la. 

Mastro de Distribuição e Spider:

- São Equipamentos instalados sobre as lajes de prédios altos com o auxílio de gruas, que ajudam a agilizar a distribuição do concreto, reduzindo bem o tempo de concretagem. 

Observação: 

Existe também uma diferenciação entre as Bombas Estacionárias e Auto Bombas com relação à sua potência e tipo de aplicação do concreto. As Bombas de Mangote tem menor potência e velocidade de bombeamento e ao invés de tubulação de 5 polegadas, a distribuição do concreto é feita através de mangotes de três polegadas, sendo que a consistência do concreto (slump) é excelente para o enchimento de lajes, vigas, etc.

logo rentalmix.png

A maior bomba lança de concreto da América Latina é da Empresa Rentalmix Soluções em Concreto e foi fabricada pela Empresa Putzmeister, especializada na produção deste tipo de equipamento.

 

A Auto Bomba BSF63Z, é única por aqui e um exemplo de alta produtividade. Sua capacidade de bombeamento ultrapassa 200 metros cúbicos de concreto por hora (equivalente a 25 caminhões betoneira) e se destaca ao bombear em prédios com até 20 pavimentos, além de pontes, silos, grandes conjuntos habitacionais, estádios, obras do metrô e muito mais.

Produzida inicialmente nos Estados Unidos, o equipamento foi adaptado na fábrica brasileira da Putzmeister, em Atibaia para ser montado sobre um chassis Iveco 10X4 eixos de 15 metros de comprimento com dois eixos direcionáveis. As adaptações nos eixos foram feitas pela própria Iveco em parceria com a Randon Multieixo, que tratou ainda da homologação do caminhão para ele poder trafegar pelas rodovias do país.

 

Equipada com braços em cinco estágios com abertura em RZ, a bomba consegue alcançar, com facilidade, locais que outros equipamentos teriam dificuldade. Além do longo alcance, o sistema de abertura em RZ dá mais agilidade ao equipamento e exige muito menos do sistema. Também possibilita que a lança seja aberta em locais com pé direito de aproximadamente 12 metros de altura.